Blog

Rios voadores: água se planta

Rios Voadores
Qual a relação entre a floresta amazônica e a escassez de água no país?

O desmatamento na Amazônia cresceu 24% no primeiro semestre de 2020, segundo dados do Sistema de Alerta de Desmatamento do Imazon, mudando de forma significativa a formação da água no país. Isto porque as árvores da floresta amazônica funcionam como uma “bomba” d’água não só para o Brasil, como para o Paraguai, Uruguai e Argentina. O transporte desta água é feita pelos chamados Rios Voadores. Porém, sem a presença de árvores não existe umidade no ar suficiente para que ocorra este fenômeno. Por isso, é essencial priorizar o reflorestamento para que os rios voadores possam abastecer as chuvas do país.

Por apresentar um clima diversificado a ocorrência de chuva no Brasil acontece de forma distinta. Em algumas áreas chove mais e tem uma maior disponibilidade de água. Já em outras regiões há uma escassez deste recurso, aumentando a seca e agravando o número de queimadas naturais. Por isso, a crise hídrica no país torna-se cada vez mais grave, sendo a Região Sudeste a mais afetada na crise hídrica do país em 2014. Mas qual a relação da floresta amazônica com a falta de chuvas no país?

floresta amazônica

Esta relação ocorre porque uma árvore com uma copa de 20 metros de diâmetro transpira mais de 1.000 litros em um único dia. Assim, 20 bilhões de litros de água são produzidos diariamente pelas árvores floresta Amazônica. Este ar úmido é fonte das chuvas em boa parte do ano em várias regiões brasileiras.

Porém, com avanço do desmatamento mais de 9 mil quilômetros quadrados de floresta foram destruídos em 12 meses (uma área que equivale a seis vezes o tamanho do município de São Paulo). Isto afeta diretamente a formação dos rios voadores, que perdem água no meio do caminho e não conseguem cumprir todo o seu ciclo natural, diminuindo a ocorrência de chuva em todo o país.

Os Rios Voadores são fenômenos naturais invisíveis que transportam umidade e vapor de água da bacia Amazônica para outras regiões do Brasil. E como isto se inicia? A floresta Amazônica aglutina para dentro do continente, por meio da evaporação, umidade advinda do oceano Atlântico e toda está umidade chega em forma de chuva sobre a mata.

mata atlântica

Assim as árvores desta região “bombeiam” toda a água vinda das chuvas de volta para a atmosfera, através de um fenômeno denominado evapotranspiração, ou seja, a água das chuvas que fica retida nas copas das árvores evapora e permanece na atmosfera em forma de umidade e essa umidade presa no ar forma os rios voadores.

Estes rios invisíveis seguem até os Andes, onde encontram a cordilheira de montanhas presente nesta região, que os devia e os orienta para a Bolívia, Paraguai e estados brasileiros das regiões Centro-Sul até chegarem na região Sudeste. Estes rios possuem cerca de três quilômetros de altura e podem contribuir em até 60% para a umidade do ar no local em que está deslocando-se. Por isso é de suma importância que haja uma conscientização para o cuidado com este fenômeno. Porém, sem a existência de vegetação é quase inviável a ocorrência destes jatos de água flutuantes.

chuvas no Rio de Janeiro

Sem a floresta, os rios voadores vindos do oceano Atlântico chegariam mais rápido ao continente e isto traria consequências drásticas para os estados brasileiros. Isto porque, a massa de ar que vem do atlântico é enorme e com essa passagem rápida pelo continente aumentaria o risco de tempestades, enchentes e dilúvios severos em todo o país. Deste modo, os rios voadores se mostram como grandes aliados do homem para que exista um equilíbrio das chuvas do Brasil.

Por isso, o desmatamento e as queimada ilegais da Amazônia são os grandes vilões da não ocorrência de chuvas e consequentemente, da existência dos rios voadores. Deste modo, o que se observa é a importância da preservação desta floresta brasileira. Por isso, o reflorestamento é uma via de mão dupla necessária na conservação deste bioma. Replantar árvores nativas se torna uma solução para a escassez de água e a ocorrência de enchentes, além de aumentar a biodiversidade da floresta.

Quer saber mais sobre Rios Voadores? A Agrha Consultoria realiza projetos de reflorestamento e agrofloresta altamente personalizados para as suas necessidades. Veja o nosso portfólio e entre em contato com a gente!

Para ficar por dentro de novos conteúdos e informações importantes acerca desse tipo de assunto, acompanhe o nosso Instagram, ou entre em contato através do nosso e-mail marketing@agrha.com e agende uma conversa conosco!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Preparado para a mudança?

Rua Passo da Pátria, n° 156 - Sala 452 Bloco D
São Domingos - Niterói - RJ

(21) 97253-6974

A Agrha Consultoria é uma instituição
SEM FINS LUCRATIVOS

Copyright © 2020 Agrha Consultoria